quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Palavra sabedoria não te diz nada, pois não Anita?

Pois claro que não diz. Se dissesse, ao fim de 36 experiências de Natais que já levo na vida, depois trezenta e cinquenta e nove mil promessas de que ia ser diferente no ano seguinte, depois de olheiras causadas por madrugadas a fazer embrulhos e decorações várias e algumas bolhas nos pés fruto de calcorrear km's em busca do presente ideal, já devia ter aprendido qualquer coisa.
Este ano, a 3 dias do Natal, com 4 horas de sono em cima, ainda com 2 presents para comprar (sendo que os restantes foram comprados...errrr...ontem!) e com mais um dia de trabalho amanhã que este ano as férias despareceram sem deixar rasto ali no início de Stembro, resolvo apimentar a coisa dando um jantar em casa para 12 pessoas.
Se isto não é uma boa gestão do tempo, então não percebo nada disso das agendas e de organização

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Oh Anita, então este ano não há aquilo do Cake Challenge lá pelas bandas onde trabalhas?

Pois claro que lá. Lá eramos nós capazes de deixar passar tão nobre e calórico dia. #atéjaneirosoumoçaparaengordar5kg #queoanonovotragacháverdeempromoçãoeleveoskgamais

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

É sempre bom esclarecer estas coisas, pois há sempre quem ainda não saiba

Minha gente,
Pela altura de Natal, as botas são aquelas de lã que se penduram na lareira e nas quais esperamos que alguém lá deixe uma prenda, boa?
NÃO SÃO PARA LAMBER! Para isso já têm todos os outros dias do ano.

Não têm de quê.