terça-feira, 7 de janeiro de 2014

No mínimo irónico...

Depois de passar a manhã a (tentar) interpretar falhas, passo a tarde a interpretar o fundo do mar.
Parece que não,  mas isto da vida e do trabalho anda tudo ligado. Hoje eu é que não precisavas mesmo de andar, literalmente, a bater no fundo!

2 comentários:

  1. Sempre! A vantagem de se estar às vezes em baixo é que a partir daí é sempre a subir :)

    ResponderEliminar